Quais são os mecanismos de aprendizagem em empresas e em projetos?

Quais são os mecanismos de aprendizagem em empresas e em projetos?

Por Álvaro Camargo, PMP

Todos sabemos que aprendizagem é algo essencial para qualquer organização. A aprendizagem é importante tanto para rotinas operacionais quanto para projetos. Meus clientes e alunos sempre me perguntam como incentivar o aprendizado. Existe diversas teorias que explicam o fenômeno da aprendizagem em empresas. Mas como essa é uma pergunta bastante frequente, vou colocar aqui os mecanismos de aprendizagem identificados por Sydnei G. Winter e Mauricio Zollo, respectivamente professor e aluno da Wharton School da Universidade da Pensilvânia. Zollo na realidade é hoje professor do Insead na Europa.

Esses pesquisadores identificam três mecanismos no artigo “Aprendizagem deliberada e evolução da dinâmica de capacidades” (“Deliberate Learning and the Evolution of Dynamic Capabilities”) de maio de 2002.

Os mecanismos de aprendizagem identificados são:

Mecanismo 1: rotinas organizacionais e acumulação de conhecimento

A rotina reflete a sabedoria da experiência já que ela é o produto do aprendizado por tentativa e erro e pela retenção de comportamentos passados. Essa constatação é feita por Gavetti e Levinthal (2000) e citada no artigo de Zollo e Winter.

Mecanismo 2: articulação de conhecimento

Desenvolvimento de competência coletiva através de discussões, processos de lições aprendidas, etc. Compartilhamento e comparação de opiniões e experiências.

Mecanismo 3: codificação do conhecimento

O termo “codificação” aqui usado significa escrever. Isso é feito quando escrevemos relatórios, manuais e quaisquer materiais que guardem lições aprendidas. O processo de codificar (escrever) implica no esforço para entender a ligação causal entre a decisão e o desempenho esperado da solução.

Aprendizagem organizacional

Aprendizagem organizacional

Hoje resolvi abordar um tema mais acadêmico: a aprendizagem organizacional. Esse é um tema importante como elemento de cultura empresarial para qualquer gestor de negócio ou de projeto. Para tratar desse assunto, tomei como base o livro de Ruas, Roberto Lima; Antonello, Claudia Simone; Boff, Luiz Henrique.  Aprendizagem Organizacional e Competências. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Aprendizagem organizacional é um elemento chave na estratégia das empresas de sucesso. E também é um componente chave em projetos.

Porque é um componente estratégico chave? Por que atualmente a maior fonte de vantagem competitiva é o conhecimento da empresa. Empresa que tem mais e melhores conhecimentos sobrepõem-se aos seus concorrentes (O Google que o diga, não é mesmo?).

E por que a aprendizagem organizacional é um componente chave em projetos? Porque a aprendizagem nas organizações só passa a ter sentido se associada às mudanças. E mudanças sempre estão associadas à projetos.

Como se define Aprendizagem Organizacional? A definição dos autores acima mencionados é a seguinte:

“A aprendizagem organizacional é um processo contínuo de apropriação e geração de novos conhecimentos nos níveis individual, grupal e organizacional, envolvendo todas as formas de aprendizagem – formais e informais – no contexto organizacional, alicerçado em uma dinâmica de reflexão e ação sobre situações-problema e voltado para o desenvolvimento de competências gerenciais.

Segundo esses mesmos autores, a literatura que trata de aprendizagem organizacional enfatiza focos específicos:

  • Foco na aprendizagem individual
  • Foco em sistema processo
  • Foco em cultura
  • Foco em gerenciamento do conhecimento
  • Foco em inovação

Interessante notar que aprendizagem organizacional está intimamente ligada com os que trabalham com  conhecimento. De um modo geral temos os seguintes criadores de conhecimento  em uma organização (Tais elementos, por tabela,  são aqueles que proporcionam o aprendizado organizacional):

  • Operadores – Acumulam e geram conhecimento tácito (habilidades adquiridas com a experiência).
  • Especialistas – Acumulam, geram e atualizam conhecimento explícito.
  • Engenheiros – Transforma conhecimento tácito em explícito e vice-versa.
  • Gerentes – Gerenciam o processo de criação de conhecimento na empresa.

Outro ponto importante é o aprendizado organizacional está ligado às competências das pessoas que trabalham na organização (ou que de algum modo colaboram com a organização). Uma figura que considero interessante é a que mostra os recursos de competência e os desdobramentos possíveis:

Recursos da competência e desdobramentos possíveis

Conclusões

1) Aprendizagem é essencial para a organização e para o profissional.

2) Aprendizagem tem tudo a ver com organizações de sucesso e projetos bem sucedidos.

E as suas conclusões com relação a esse assunto? Você é um profissional completo e pronto para aprender e contribuir com a organização? Você sabe (Tem conhecimento)? Você sabe  fazer (Tem habilidades)? Você sabe ser e agir (tem atitudes adequadas)?